Tag Archives: Marvel

Eye of Thundera, give me the beyond vision!

5 Jun

Não sei se vocês estão sabendo da nova animação dos Thundercats, que está para sair, não me pergunte quando. E o melhor é que o estúdio responsável pela animação é o Studio 4ºC, responsável por uns curtas do Animatrix e Batman Gotham Knight, e pelo anime Tekkonkinkreet. E posso dizer que os caras são demais!! Por isso, fiquem aí com este curta, Global Astroliner, que era um preview de uma série que acabou não sendo feita:

Também tem o Kung Fu Love:

Se os novos Thundercats tiverem essa qualidade de animação, já fico satisfeito de esperar. Por falar nisso, alguém sabe que fim levaram as animações da Marvel pro Iron Man e Wolverine, roteirizadas pelo Warren Ellis? Desses aí eu só vi previews também…

As piores HQs de todos os tempos!

29 Maio

1 – Youngblood, de Rob Liefield. Trabalho amador, que foi considerado durante muitos anos o top do mercado norte-americano. A grande maioria dos fanzineiros brasileiros desenha melhor que Liefield. Não curto nada da Image dessa época com exceção do Spawn e dos Wildcats, fase Alan Moore. Essa sim, vale a pena conferir!!

2 – Cavaleiro das trevas O Retorno, de Frank Miller. A prova de que o autor anda mal das pernas.

3 – X-men da fase posterior à saída de John Byrne. Teve até alguns bons desenhistas, mas os roteiros eram um fiasco.

4 – Guerras Secretas, de Mike Zeck e (quem era mesmo o roteirista dessa bomba? Ah, claro, o Jim Shoter). A história em si já era muito ruim. Tentaram fazer com o universo Marvel o que Crises havia feito na DC e o resultado foi catastrófico. Mas no Brasil a coisa foi pior ainda. Quando chegou no último capítulo, os editores brasileiros perceberam que o resto da cronologia dos personagens estava atrasada e resolveram refazer todo o último capítulo. E olhem que no capítulo anterior eles já tinham anunciado um pouco do que ia acontecer no último gibi!

5 – A MORTE DO SUPER-HOMEM. Essa história mostrou a noção que a DC Comics tem de marketing: enganar o leitor. Marketing, na sua concepção original, é satisfazer as necessidades do consumidor, coisa que essa HQ passa longe de fazer. Um roteiro sem pé nem cabeça unido a um desenho fraco e uma morte que não era morte. Precisa de mais alguma coisa para entrar na lista?

6 – HERÓIS RENASCEM. Com o sucesso da Image, a Marvel resolveu reformular seus principais heróis, chamando os astros da Image. A versão do Capitão América por Rob Liefield foi tão ruim que eles tiveram que dar um pé na bunda no homem e chamar o brasileiro Bené Nacimento (Joe Bennett) e o inglês James Robinson para consertarem a lambança. Os dois fizeram histórias bem legais, considerando-se a situação.Parece que o Sr. Rob Liefeld tem o toque de Midas ao contrário, tudo o que ele toca vira merda.

Fonte: ivancarlo.blogspot.com